Projeto brasileiro de cultura foi destaque em evento na Itália

As políticas públicas culturais do Brasil e o Projeto Academia Livre de Música e Arte (ALMA), projeto cultural e socioeducativo de parceria entre o Departamento de Música da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP) da USP e a Fundação Pedro II, foi destaque no evento Cultura Impresa Festival, no final de outubro em Faenza, Itália.

A responsável em levar um pouco das políticas e atividade culturais para os italianos foi Paula Camargo (foto), formada em Ciência da Informação e Documentação (CID) pela FFCLRP da USP.

Na apresentação Paula falou da sobre a criação da primeira lei brasileira de incentivo a cultura em 1986 e o surgimento da Lei Rouanet em 1991. Além disso, informou aos italianos sobre o funcionamento das leis de incentivo à cultura no país e falou sobre os programas do Governo para a descentralização cultural no eixo Rio-São Paulo, como os Pontos de Cultura e o Programa Vale-Cultura. Citou também o Projeto de lei Procultura que se aprovada, substituirá a Lei Rouanet.

Segundo Paula,“a recepção foi muito boa e eles ficaram muito curiosos em saber como fazemos cultura no Brasil, que é muito diverso do que fazem na Itália”.

Cultura Impresa Festival

O evento Cultura Impresa Festival busca construir relacionamentos com as pessoas envolvidas na cultura, principalmente  empresas culturais e produtores culturais, com o intuito de uma troca de conhecimentos em cultura e de como se faz cultura hoje no mundo em realidades regionais, nacionais e internacionais.

Já o ALMA, é uma associação privada sem fins lucrativos, de Ribeirão Preto, fundada em junho de 2015 que busca proporcionar a crianças e adolescentes iniciados em artes, especialmente em música, a possibilidade de aperfeiçoamento técnico, artístico e expressivo, com vistas na valorização de um ensino de excelência, que leva em conta a essência multifacetária da música, principalmente na relação desta com as outras expressões artísticas.

Paula Camargo é bibliotecária e mestre em Empreendedorismo do Espetáculo pela Universidade de Bolonha, na Itália, já participou da organização do Festival Música Nova e do Festival Fiato al Brasile, além de ter produzido e promovido os grupos musicais Banda Mogiana e Brasil Matuto.

Mais informações: paulaecamargo@gmail.com

Por: Gabriela Vilas Boas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *