Operações de crédito apresentaram alta em Ribeirão Preto e região

Crescimento das operações de crédito em agosto de 2014 em comparação com o mesmo mês de 2013 foi maior em Ribeirão Preto que nos oito mercados analisados pelo Boletim Crédito do Ceper/Fundace

O total de operações de crédito realizadas em agosto deste ano em Ribeirão Preto apresentou alta de 10,3% na comparação com o mesmo mês de 2014. O resultado foi impulsionado pelo aumento nos financiamentos imobiliários e no agronegócio na ordem de 21,4% e 26,2%, respectivamente.

Na Região Administrativa de Ribeirão Preto o aumento total das operações de crédito foi de 9,1% no mesmo período. O agronegócio e o crédito imobiliário também alavancaram o resultado geral.

O Boletim de Crédito do Centro de Pesquisa em Economia Regional (Ceper)/ Fundação para Pesquisa e Desenvolvimento da Administração, Contabilidade e Economia (Fundace) traz dados referentes a agosto divulgados pelo Banco Central do Brasil.

No boletim os pesquisadores analisam dados relativos ao Brasil, Estado de São Paulo, Região Metropolitana de São Paulo, Interior de São Paulo, Região Administrativa de Ribeirão Preto, além dos municípios de Ribeirão Preto, Campinas, São José do Rio Preto e Franca.

O boletim aponta Ribeirão Preto e sua região administrativa como líderes no crescimento das operações de crédito, seguidos pelo município de Franca que cresceu 5% no mesmo período em comparação com agosto de 2013.

O resultado foi positivo na maioria dos mercados analisados, inclusive no Brasil, que apresentou crescimento de 1,7% nas operações de crédito. Apenas os municípios de Campinas e São José do Rio Preto apresentaram redução no volume de financiamento em agosto deste ano comparação com agosto de 2013.

Além da análise do volume de crédito classificado por mercados, o estudo do Ceper também compara os percentuais disponíveis de recursos para financiamento livres e direcionados.

De acordo com o boletim, o percentual de crédito direcionado (principalmente crédito imobiliário e para o agronegócio) atingiu em agosto 52,9% do total de crédito disponível. O maior desde março de 2007, início da série histórica disponibilizada pelo Banco Central.

O estudo traz ainda dados sobre volume e percentual de recursos públicos e privados disponíveis para crédito, percentual de spread das carteira de crédito separadas por pessoas jurídicas e pessoas físicas bem como por recursos livres e direcionados.

Outra análise que consta no boletim é referente à inadimplência total e as diferenças entre inadimplência para pessoa jurídica e pessoa física nos meses de setembro dos últimos quatro anos.

Ceper

O Centro de Pesquisa em Economia Regional foi criado em 2012 e tem como objetivo desenvolver análises regionais sobre o desempenho econômico e administrativo regional do País. Sua criação reúne a experiência de diversos pesquisadores da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto (FEARP) da USP em pesquisas relacionadas ao Desenvolvimento Econômico e Social em nível regional, a análise de Conjuntura Econômica, Financeira e Administrativa de municípios e Gestão de Organizações municipais, entre outros.

A iniciativa de criação do Centro foi dos pesquisadores Rudinei Toneto Junior, Sérgio Sakurai, Luciano Nakabashi e André Lucirton Costa, todos da FEARP. O Boletim Comércio Exterior tem o apoio do Banco Ribeirão Preto, Imobiliária Fortes Guimarães, São Francisco Clínicas e Construtora e Incorporadora Stéfani Nogueira.

Fundace

A Fundação para Pesquisa e Desenvolvimento da Administração, Contabilidade e Economia (Fundace) é uma instituição privada sem fins lucrativos criada em 1995 para facilitar o processo de integração entre a FEARP e a comunidade. Oferece cursos de pós-graduação (MBA) e extensão em diversas áreas. Também realiza projetos de pesquisa in company além do levantamento de indicadores econômicos e sociais nacionais regionais.

Para fazer download do boletim completo acesse: http://bit.ly/creditonov14

Mais informações: (16) 3931-1313

Por: Assessoria de Imprensa Outras Palavras Comunicação Empresarial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *