Escola de Enfermagem tem projetos aceitos pelo SUS

A Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto vai avaliar o atual modelo de administração das Secretarias de Saúde dos municípios que fazem parte do Departamento Regional de Saúde XIII (DRS-XIII), que inclui Ribeirão Preto e região, para inserir formas mais inovadoras de gestão e que, futuramente, vão trazer mais benefícios para toda a comunidade e também para os profissionais, pacientes e famílias.

Em outro projeto, a EERP vai, também, analisar as práticas de membros da saúde que atuam na região de Araraquara com o objetivo de promover o uso de ferramentas de trabalho que ajudem a desenvolver parceria com trabalhadores dos serviços de saúde.

Os dois projetos foram aceitos no Programa de Pesquisa para o Sistema Único de Saúde (PPSUS) que têm o objetivo de desenvolver ações preventivas para a melhoria do SUS. Eles ficarão em vigência de dezembro de 2016 a 2018 e são coordenados pelas professoras Andrea Bernardes e Cinira Magali Fortuna, respectivamente.

Outras participações

Não é a primeira vez que a EERP tem projetos escolhidos pelo programa de Pesquisas do SUS. A primeira participação da Escola foi em 2010 e desde então, teve sete projetos aceitos e que já foram finalizados.

O PPSUS é uma parceria entre o estado de São Paulo, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa (FAPESP), o Ministério da Saúde e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e tem o objetivo de apoiar pesquisas voltadas para problemas prioritários da saúde, além do fortalecimento da gestão do SUS no Estado de São Paulo.

Mais informações: compesq@eerp.usp.br

Por: Stella Arengheri.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *