Dia mundial de alerta pré-eclâmpsia

A pré-eclâmpsia que afeta de 8 a 10% das grávidas do mundo tem seu dia de Alerta. A data escolhida é a próxima segunda-feira, 22 de maio, o Dia Mundial da Pré-Eclâmpsia. A ideia é aumentar a conscientização sobre a doença que faz com que cerca de 76 mil mães e 500 mil bebês percam a vida todos os anos.

A pré-eclâmpsia é uma doença grave relacionada ao aumento da pressão arterial que pode se instalar de forma rápida e acontecer com qualquer gestante durante a segunda metade da gestação ou até seis meses após o parto. A pré-eclâmpsia é responsável por um quarto de todas as mortes maternas na América Latina e um décimo das mortes maternas na África e na Ásia.

Organizações de saúde materna de todo o mundo alertam para a importância de identificar os sintomas: dor de cabeça forte que não desaparece com medicação, inchaço no rosto e nas mãos, ganho de um quilo de peso ou mais por semana, dificuldade para respirar, náuseas ou vômitos após os três primeiros meses da gestação, alterações na visão, dor no abdome na região esquerda perto do estômago.

Por Giovanna Grepi, com informações da Assessoria de Comunicação do HCFMRP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *