USP Ribeirão faz mutirão de fisioterapia para pacientes que esperam atendimento no SUS

Serão atendidos aqueles que já têm guia SUS e o objetivo é reduzir o tempo de espera dos pacientes e redimensionar a demanda

A Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP vai promover mutirão de Fisioterapia para agilizar o atendimento e redimensionar a demanda das cerca de 450 guias de pacientes que estão na fila de espera do Sistema Único de Saúde (SUS) para atendimento na área.

Serão atendidos pacientes que possuem guia SUS da Secretaria da Saúde da Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto. Segundo a professora Ana Claudia Mattielo-Sverzut, que coordena o mutirão, o número não corresponde necessariamente a pacientes, porque muitos podem ter pedidos duplicados; fazer particular ou em instituições de ensino; e até ter falecido. “O mutirão pode reduzir o tempo de espera com atividades de identificação, anamnese (entrevista), funcionalidade, prescrição e orientações de pacientes que precisam de Fisioterapia em Neurologia Adulto”.

O atendimento vai redimensionar a demanda e direcionar essas pessoas aos prestadores específicos de acordo com as classificações de alta, média ou baixa complexidades. Por isso, a equipe vai apontar aspectos funcionais dos pacientes e auxiliar o SUS. “Essa etapa permitirá redução temporal dos trâmites burocráticos que são vividos pelos cidadãos que utilizam o SUS”, fala

Além de identificar a necessidade de cadeiras de rodas e outros dispositivos auxiliares, os pacientes neurológicos e familiares serão orientados da importância do exercício domiciliar, por exemplo, para ter total sucesso no tratamento. “Uma busca ativa pela sua própria qualidade de vida”.

O serviço será realizado por profissionais do Centro Integrado de Reabilitação do Hospital Estadual (CIR-HE), Centro de Reabilitação e médicos residentes do Hospital das Clínicas; alunos de graduação do Curso de Fisioterapia e alunos pós-graduação, todos da FMRP. E também da Secretaria de Saúde da Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto.

A equipe estima atender 300 pacientes interessados entre os dias 7 e 21 de outubro, das 6h30 às 13 horas, no CIR-HE, Avenida Adelmo Perdizza, 495, em Ribeirão Preto.

Por Giovanna Grepi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *