Pesquisa busca voluntários com refluxo

Será testada e influência do adaptador de colchão antirrefluxo em adultos

Pesquisadores da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP precisa de voluntários para participar de estudo que verificará a “Influência do adaptador de colchão antirrefluxo em pacientes adultos portadores da doença do refluxo gastroesofágico“.

Os adultos, homens e mulheres entre 20 e 60 anos, devem apresentar a doença do refluxo gastroesofágico (azia, queimação, regurgitação – líquido do estômago volta em direção à boca) com sintoma de refluxo noturno, quando o paciente deita-se para dormir.

Os voluntários podem também ter os sintomas durante o dia, mas para a pesquisa, que é feita à noite quando estiverem deitados, precisam apresentar “sintomas com intensidade elevada, fazendo com que acordem, afetando qualidade do sono e de vida”, lembram os pesquisadores.

Além do refluxo noturno, precisam apresentar azia (queimação) há pelo menos um ano e resultados de endoscopia digestiva normal ou com esofagite, sem outras alterações. Não devem ter doenças neurológicas, imunológicas, neoplasias ou usar medicamentos para doenças coronarianas.

Os testes serão realizados com o voluntário internado por um período de 48 horas no Hospital das Clínicas da FMRP. Serão realizados acompanhamento e exame sem custo algum com internação ou alimentação. O transporte de ida à internação e retorno para casa ficam por conta do voluntário.

Aqueles que possuem o perfil necessário e desejam participar do estudo clínico devem entrar em contato com a pesquisadora Andréa de Oliveira Batista de segunda à sexta-feira das 8 às 17h pelo telefone/WhatsApp (16) 98833.1615 ou e-mail: andreabatista@usp.br

Por: Rita Stella, com informações da Assessoria de Comunicação do HCFMRP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *