Ribeirão Preto sedia evento internacional sobre a busca pela cura da epilepsia

Organizado pelo IEA-RP e pela FMRP, o NEWroscience 2018 abordará também redes complexas cerebrais e edição de DNA

A Rede Ciência, Arte, Educação e Sociedade (Cienartes) do Instituto de Estudos Avançados Polo Ribeirão Preto (IEA-RP) da USP e o Laboratório de Neurofisiologia e Neuroetologia Experimental (LNNE) da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP promovem entre os dias 18 e 21 de setembro, no Anfiteatro da Faculdade de Direito de Ribeirão Preto (FDRP) da USP, o NEWroscience 2018.

Esta é a quinta edição, a terceira internacional, desse simpósio que é realizado a cada cinco anos pelo LNNE. Neste ano, ele terá como tema a busca pela cura da epilepsia ao longo dos séculos e através das culturas, abordando ainda redes complexas cerebrais e edição de DNA. O evento também comemora os 30 anos do Laboratório.

Ao todo, serão cerca de 40 apresentações nacionais e internacionais. À frente das internacionais, estão especialistas ligados a centros de pesquisa dos Estados Unidos, Dinamarca, México, Argentina, Colômbia, Finlândia, Espanha, Irlanda, Austrália, Itália, República Tcheca, Inglaterra e Senegal.

Assim como nas últimas edições, os palestrantes do NEWroscience 2018 escreverão artigos sobre os assuntos discutidos em suas apresentações, os quais vão compor uma edição especial da publicação científica Epilepsy & Behavior, que tem como editor-chefe o docente da Harvard University Steve Schachter e como editor convidado o docente da FMRP-USP e organizador do evento Norberto Garcia-Cairasco.

O simpósio é voltado à comunidade científica no campo das neurociências, englobando alunos de graduação, pós-graduação, profissionais da área da saúde, humanidades, artes plásticas, ciências da computação, engenharias e demais interessados pelo assunto.

As inscrições devem ser feitas neste link e o prazo para submissão de trabalhos é até o dia 18 de agosto.

Mais informações: newroscience2018@gmail.com ou www.newroscience.com.

Por Thais Cardoso, do IEA-RP

Imagem divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *