Odontologia procura mulheres com dor na face

Pesquisadores da Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (FORP) da USP estão precisando de voluntárias que sofram de Disfunção Temporomandibular (DTM) para participar de um estudo sobre os efeitos do laser de baixa intensidade.

Precisam ser mulheres com dor na região da face – têmporas e próxima às orelhas; dores de cabeça; dificuldade ao abrir a boca; dor ou dificuldade ao mastigar alimentos mais duros e cansaço muscular na face. Outro detalhe, as voluntárias devem possuir todos os dentes.

As interessadas devem agendar avaliação pelo telefone (16) 982495000, com Carolina ou mandar mensagem para o e-mail: rodriguesca@usp.br

Mais informações: (16) 982495000 – e-mail: rodriguesca@usp.br

Por: Rita Stella

4 Responses to Odontologia procura mulheres com dor na face

  1. fabricia xavier disse:

    Tenho dores insuportaveis na facce.

  2. Sandra Mara disse:

    Eu tenho essa disfunção. Como vcs vao proceder esse estudo como voluntaria. Terá exames, testes, aplicação de algo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *