Odonto procura usuários de dentaduras com estomatite para pesquisa

Triagem será dia 14 de fevereiro das 8 às 11 horas e das 14 às 17 horas, basta comparecer

Pesquisadores da Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (FORP) da USP recrutam pacientes usuários de dentaduras que tenham estomatite protética para participarem de estudos, da mestranda Camila Borba de Araújo e da pós-doutoranda Adriana Barbosa Ribeiro, coordenados pela professora Cláudia Helena Lovato da Silva.

O objetivo é avaliar a correlação de fatores locais e sistêmicos com o quadro de estomatite. Segundo os pesquisadores, as dentaduras podem servir como reservatório para micro-organismos que estão associados a lesões bucais como a estomatite relacionada à prótese (ERP), as complicações sistêmicas e mal odor.

Podem participar indivíduos desdentados totais usuários de dentaduras maxilares e mandibulares que usam dentadura há muito tempo e que apresentam o hábito de uso contínuo (dormem com elas) e dificuldade ou dúvidas de higienização da dentadura.

Os selecionados serão examinados e, aqueles que atenderem aos critérios de inclusão na pesquisa, receberão o tratamento para a inflamação por meio de técnicas não invasivas de higiene das próteses e produtos específicos para o controle da inflamação. A expectativa é que os sintomas regridam parcial ou totalmente após o tratamento da estomatite.

Para participar basta os interessados comparecerem na Clínica I da FORP, Av. do Café, s/n, no próximo dia 14 de fevereiro, no períodos matutino, das 8 às 11 horas  ou vespertino das 14 às 16 horas.  

Mais informações: e-mail adrianabarbosa84@bol.com.br

Por: Rosemeire Talamone

Foto: jonatan Plat – Flickr CC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *