Pesquisa busca crianças e adolescentes saudáveis para testes de compreensão de sons

Estudo precisa de crianças e adolescentes saudáveis, com idade entre 7 e 17 anos, para avaliar efeito do álcool, consumido durante a gestação, sobre a audição. A pesquisa é desenvolvida pelo fonoaudiólogo Humberto de Oliveira Simões com orientação do professor Erikson Felipe Furtado, especialista em psiquiatria da infância e adolescência da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP.

Os voluntários saudáveis, sem problemas neuropsicológicos ou comportamentais e que não foram expostos ao álcool na gestação, passarão por avaliação completa da audição e realizarão treinamento auditivo. “Os testes não causam dor e tem duração média de duas horas”, informa o pesquisador.

A pesquisa “Alterações na onda P300 pelo treinamento auditivo formal em crianças e adolescentes expostos ao álcool na gestação” avalia o processamento auditivo (como o cérebro interpreta os sons ouvidos) e deve comparar os resultados obtidos com esses voluntários com os de indivíduos que sofreram a ação do álcool nas gestações.

Os interessados podem entrar em contato com a secretaria da Psiquiatria no terceiro andar do Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto pelo telefone 16 3602.2727 ou diretamente com o pesquisador Humberto, celular 16 981269841 (WhastsApp).

Mais informações: 16 3602.2727 ou 16 981269841

Por: Rita Stella

Foto: © iStock

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *