Semana alerta para os riscos da bebida alcoólica na gestação

Dia primeiro de setembro, a partir das 9h30, tem ação educativa com entrega de panfletos informativos em frente ao Theatro Pedro II, centro de Ribeirão Preto 

De 29 de agosto a 2 de setembro, tem a sétima edição da Semana de Alerta sobre Síndrome Fetal do Álcool promovida pelo Programa de Ações Integradas para Prevenção e Atenção ao Uso de Álcool e Drogas na Comunidade (PAI-PAD) do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (HCFMRP) da USP.

O evento pretende discutir a doença, causada pelo consumo abusivo de álcool durante a gestação e a programação da semana conta com uma série de atividades como: simpósios, palestras, seminários, depoimentos, eventos comunitários de prevenção, panfletagem, treinamento para profissionais da rede pública e ação educativa em frente ao teatro Pedro II.

As atividades serão realizadas no Hospital das Clínicas e no prédio da Saúde Mental da ambos da FMRP da USP, na MATER, nas Unidades de Saúde da Secretaria Municipal de Ribeirão Preto, na Câmara Municipal.

No dia primeiro de setembro, das 9h30 às 11 horas, tem ação educativa com entrega de panfletos informativos para conscientizar os jovens sobre o uso do álcool, em frente ao Teatro Pedro Segundo, centro de Ribeirão Preto. Essa atividade também integra a campanha internacional Too Young to drink- Jovem demais para beber.

No dia 2 de setembro, a partir das 8h30, tem o quinto Simpósio de Atualização em Saúde Mental e Psiquiatria da Infância e Adolescência, do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (HCFMRP) da USP, que encerrará a programação da Semana de Alerta. Será no anfiteatro da Faculdade de Direito de Ribeirão Preto (FDRP) da USP, campus USP de Ribeirão Preto, Avenida Bandeirantes, 3900.  Esse evento tem vagas limitadas.

Essa Semana é realizada desde 2010, sempre no mês de setembro. Em Ribeirão Preto, ela faz parte do calendário oficial da cidade. Além disso, o dia 9 de setembro foi escolhido como o Dia Internacional de Alerta para os Transtornos do Espectro Alcoólico Fetal (TEAF), que inclui a Síndrome Fetal do Álcool e outros problemas decorrentes da exposição fetal ao álcool.

Todas as atividades são abertas ao público geral e profissionais e estudantes das áreas da saúde. Inscrições e informações na secretaria do Serviço de Psiquiatria da Infância e Adolescência do HCFMRP-USP, no telefone (16) 3602-2727 ou pelo e-mail: paipadt@fmrp.usp.br.

A programação completa da sétima Semana de Alerta Sobre a Síndrome Fetal do Álcool está no site do PAI-PAD.

Síndrome fetal do álcool pode gerar malformações

É uma doença grave que ocorre com filhos de mulheres que consumiram bebidas alcoólicas durante a gestação, independentemente da quantidade de álcool ingerida. O álcool prejudica a formação dos órgãos e pode gerar malformações no rosto e cérebro, defeitos no coração, baixo peso e alterações no crescimento.

Segundo especialistas, várias são as consequências da Síndrome Fetal do Álcool (SFA) que implicam em má-formação do feto, resultando, especialmente, em alterações do desenvolvimento neurológico e mental. Entre outras características da SFA, estão a microcefalia- redução no desenvolvimento cerebral, prejuízos no desenvolvimento neuropsicomotor, como hiperatividade, atrasos no desenvolvimento da linguagem, déficit de atenção, dificuldades de aprendizagem, dificuldades de coordenação motora e uma série de anomalias faciais típicas.

No Brasil, estima-se que cerca de, pelo menos, três bebês nasçam com a Síndrome Fetal do Álcool (SFA) para cada 2000 nascimentos. Considerando que, no Brasil, nascem quase três milhões de bebês por ano, isto significa que cerca de 4.500 mil crianças por ano serão vítimas da síndrome. A doença é considerada a principal causa de deficiência mental que pode ser evitada, basta apenas que cada gestante evite o consumo de álcool durante a gravidez.

Mais informações: (16) 3602-2727 ou pelo e-mail: paipadt@fmrp.usp.br

Por: Assessoria de Imprensa do HCFMRP da USP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *