USP Ribeirão oferece graduação em Informática Biomédica

Se você vestibulando gosta de informática e suas inovações, principalmente na área da tecnologia em saúde, pode optar por Informática Biomédica na USP Ribeirão no vestibular Fuvest 2017. 

As inscrições vão até 8 de setembro e devem ser feitas no site www.fuvest.br. São 40 vagas disponíveis e assim como os outros cursos oferecidos pela USP, é gratuita e possui a relação de 3,33 candidato/vaga.

A IBM é a área responsável por pesquisar e desenvolver sistemas computacionais voltados às aplicações em biociências, principalmente Medicina e Biologia.  Está estruturada em três frentes, Bioinformática, Sinais e Imagens Médicas e Sistemas de Informação e Gestão em Saúde.

A primeira frente modela e simula problemas biológicos que necessitam utilizar muitos dados, como por exemplo, análise de expressão gênica e análise filogenética. A segunda frente desenvolve sistemas de apoio à decisão médica, ou seja, auxilia os médicos a decidirem qual o melhor tratamento ou a otimizá-lo, por meio de técnicas que contenham informações anatômicas ou funcionais, como a radiologia, ultrassonografia, entre outros. E a última, desenvolve sistemas voltados à organização, gerenciamento e representação de dados clínicos e também, a serviços de informação hospitalar, serviços de saúde, entre outros.

O curso, que possui nota máxima no Guia do Estudante da Editora Abril, tem duração de quatro anos e é interdisciplinar, faz parte do Departamento de Computação e Matemática (DCM) da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP) e também, da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP), ambas da USP.

De acordo com o professor Luiz Otavio Murta Junior da FFCLRP, o fato do curso de informática biomédica agregar duas disciplinas distintas, computação e medicina, “coloca em evidência a capacidade criativa, e de superação dos problemas propostos. O profissional de informática biomédica bem formado em um ambiente verdadeiramente multidisciplinar tem sido reconhecido e valorizado por estas habilidades”.

Além da USP, no Brasil existem duas outras universidades que oferecem o curso de IBM, a Universidade Federal do Paraná (UFPR) e mais recentemente a Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA). “Apesar da matriz curricular ser bem parecida com a nossa, o curso da UFPR tem viés mais técnico por ser conduzido pelo Centro Politécnico. Já o curso da UFCSPA possui viés mais voltado às ciências biológicas e da saúde. O diferencial do curso da USP Ribeirão Preto é a imersão do estudante em um ambiente verdadeiramente interdisciplinar, deixando-o completo para o mercado”, afirma Murta Junior.

A IBM da USP tem parceria com o Hospital das Clínicas da FMRP (HC-FMRP) e com o Supera Parque de Inovação e Tecnologia de Ribeirão Preto.

Sucesso no mercado de trabalho

Segundo o professor Murta Junior, o mercado de trabalho para profissionais de tecnologia da informação (TI) está em alta e tem demonstrado superar crises. “Em especial, o mercado para o profissional de informática biomédica tem crescido nos últimos anos com a crescente demanda por informatização da área de saúde no Brasil, tanto no setor público como privado, em todas as suas complexas peculiaridades”, afirma.

Um exemplo de sucesso na área, é a empresa Kidopi – Soluções em Informática Médica, fundada e formada por ex-estudantes do curso de Informática Biomédica da USP. “A empresa foi vencedora do concurso World Summit Award da Organização das Nações Unidas (ONU) com o sistema HealthBI, que oferece a gestores hospitalares o acesso, em tempo real, a indicadores e ferramentas de gestão inteligente”, comemora o professor.

Mais Informações: (16) 3315.0562

Por: Gabriela Vilas Boas.

One Response to USP Ribeirão oferece graduação em Informática Biomédica

  1. Osvaldo Cardoso de Santana Filho disse:

    Caros colegas que bom a junção entre os saberes das ciências da informática e das ciências médicas . Cabe, penso, um reparo pois o computador aberto com duas cobras entrelaçadas que saem da tela, não representa elo entre a informática e a medicina e, sim ao comércio. Se o desejo é representar a medicina , penso ser mais adequado o caduceu de Hipocrates tendo apenas uma serpente em espiral.

    Saudações
    Scientia Vinces

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *