Inscrições abertas para simpósio de psicobiologia da dor

Estão abertas as inscrições, até 18 de novembro, para o simpósio Psicobiologia da Dor: Da sensação, percepção, avaliação e tratamento, que acontecerá na sexta-feira, 25 de novembro, a partir das 8 horas, na Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP) da USP.

O evento terá a apresentação de diversos trabalhos que discutirão o tema dor nos contextos clínico-hospitalares e de pesquisa. Serão abordados os cinco principais aspectos da dor, os atributos sensoriais, motivacionais e cognitivos, as escalas usadas para avaliar e mensurar as dimensões da dor, os fatores neurofisiológicos, hormonais, culturais, situacionais e psicológicos e também, as técnicas de tratamentos psicológicos, comportamentais e medicamentosos.

O interessado em participar como ouvinte deve enviar e-mail para jadsilva@usp.br com mensagem demonstrando interesse pelo evento. Já os que desejam apresentar os trabalhos, deverão enviar e-mail para o mesmo destinatário com indicação do título e a afiliação completa dos autores e palestrantes, que terão 30 minutos para falar.

O simpósio, promovido pelo Departamento de Psicologia da FFCLRP, é gratuito e aberto ao público. Será no Anfiteatro André Jacquemin na FFCLRP, campus USP em Ribeirão Preto, Avenida Bandeirantes, 3900.

Mais Informações: (16) 3315.3728 com o professor José Aparecido da Silva ou pelo e-mail: jadsilva@usp.br

Dor

Segundo os organizadores do evento dor pode ser descrita como uma resposta fisiológica normal, predita e decorrente de um estímulo mecânico, térmico ou químico associado com cirurgia ou uma doença aguda e, assim, caracterizada como uma resposta sensorial. Enquanto esta definição relaciona-a a mudanças objetivas, aquela proposta pela IASP (International Association for Study of Pain) inclui elementos de subjetividade, descrevendo-a a dor como ‘uma experiência sensorial e emocional desagradável associada a uma lesão tecidual real ou potencial, ou descrita nos termos dessa lesão’.  “Dor, todavia, é uma experiência pessoal e subjetiva que pode apenas ser sentida pelo sofredor.  Dito de forma ampla e genérica, ‘Dor é tudo o que a pessoa a vivenciando diz que é e existe todas as vezes que a pessoa diz que existe’”.

Por: Gabriela Vilas Boas (com informações da organização do evento)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *